Nuances do Envelhecimento | A MULHER IDOSA E O CÂNCER DE MAMA - por Denise Cuoghi

04 Novembro, 2019

O câncer de mama é uma das neoplasias que mais incide nas mulheres em todo o mundo. A expectativa de vida das mulheres idosas é maior em comparação com os homens, podendo ser acometidas com o câncer de mama.

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer) através de pesquisas epidemiológicas identifica que estilo de vida, condições ambientais aumentam a probabilidade de desenvolvimento do câncer de mama. Alguns fatores de risco como fatores hereditários, hormonais e reprodutivos, certos tipos de doenças benigna da mama não podem ser alterados.

Outros fatores tais como os ambientais e comportamentais, reposição hormonal, ingestão de bebidas alcoólicas, excesso de gordura corporal, radiação ionizante em tórax e uso de tabago podem ser reduzidos. Quanto ao tratamento do câncer de mama em mulheres idosos a avaliação geriátrica deve ser precedida de uma tomada de decisão, ser rigorosa e que considere a condição física da paciente, a presença de comorbidades, a dependência funcional, as inúmeras comorbidades, importantes as condições cardíacas como (ICC, arritmias, coronariopatias e valvulopatias), condições respiratórias (DPOC), insuficiência renal, insuficiência hepática, AVC, neuropatia periférica, hipertensão arterial sistêmica, diabetes, artrites incapacitantes e outras malignidades que a mulher idosa apresente.

Concluindo, o tratamento do câncer de mama da mulher idosa dever ser individualizado.